História

A história da ESD começou a ser escrita em 03 de março de 1973 pela professora Margarida Santos Daher Carneiro. A Escola São Domingos recebeu esse nome em homenagem à imagem de São Domingos, recebida por Margarida como presente de sua professora de pintura, a Irmã Teresa Novaes, do antigo Colégio do Carmo.

No início, eram apenas cinco alunos, todos moradores do Bairro Bento Ferreira, onde desde então localiza-se a Escola. Chamava-se Mini Universidade São Domingos e, na época, Margarida, ou “Tia Magá”, como é conhecida, desempenhava praticamente todas as funções: diretora, supervisora, professora.

Embora organizado, o prédio onde a história da Escola começou era simples e consistia apenas em duas salas de aula, uma sala de professores e uma secretaria. As carteiras eram emprestadas pelo Sr. Nélio Espíndula, amigo da família e proprietário de uma marcenaria. Na época, os trabalhos, as provas e os convites eram feitos no estêncil a álcool e rodados em mimeógrafo, também emprestado, já que o primeiro foi comprado somente três anos depois do início das atividades da instituição.

Um ano após a fundação, a Escola já contava com 24 alunos e três professores. A partir de 1976, face aos trabalhos desenvolvidos, passou a ser reconhecida e os alunos não se limitavam somente à comunidade de Bento Ferreira; já procediam de outros bairros da Grande Vitória.

Os anos foram passando e, em 1979, a então Mini Universidade São Domingos passou a se chamar, definitivamente, Escola São Domingos. Em 1988, foi expandida e ganhou seu próprio Hino, composto pelo músico João Batista Muylaert de Araújo, pai de um dos alunos da escola.

Em 1995, foram ampliadas as atividades do Ensino Fundamental e criada a Unidade II, com infraestrutura ampla e confortável para atender ao Ensino Fundamental II (6º ao 9º anos). Posteriormente, iniciou o Ensino Médio com intuito de atender às necessidades do grupo de alunos. A primeira turma concluiu o Ensino Fundamental em 1998. No ano 2000, a Escola implantou o Ensino Médio. Em 2003, a primeira turma concluiu o Ensino Médio e os alunos conquistaram vagas nas mais disputadas universidades do país, em diversos cursos. Em 2004, passou a atender também, na Educação Infantil, crianças a partir dos 2 anos na Unidade I.

Em 2013, a Escola São Domingos implementou o Horário Integral para o Pré e o 1° ano. Oferecido em contraturno ao ensino regular, por meio de atividades diversificadas, como Língua Estrangeira, Capoeira, Estudo Supervisionado e Atividades Recreativas e Culturais Dirigidas. Em 2014, o Horário Integral também passou a ser oferecido aos alunos do 2° ano e estendido para o 3º ano em 2015 e assim cresce sucessivamente.

A Escola mantém investimentos em tecnologia e ampliação de espaços, a fim de aprimorar a oferta de serviços aos educandos. O objetivo é dar continuidade à história da São Domingos, oferecendo sempre um ambiente voltado à qualidade de ensino e à formação de valores dos alunos.

Por que o nome ESD?

A imagem de São Domingos Sávio, que fica na recepção da Unidade I, foi enviada, há muitos anos, ao antigo Colégio do Carmo, no Centro de Vitória, para ser restaurada. Na época, Tia Magá, fundadora da ESD, estudava no Carmo e auxiliava a irmã Teresa Novaes, freira vicentina e professora de pintura do colégio, na restauração de imagens sacras. Com todo o cuidado, Magá ajudou a freira a deixar a imagem novinha. Mas, depois de todo o trabalho, a pessoa que solicitou a restauração não foi buscar a estátua, que acabou ficando no colégio por muitos anos. Muito tempo se passou e, ao concluir os estudos, Magá teve uma surpresa: ela ganhou de presente da freira a imagem de São Domingos. Foi a maneira que Irmã Teresa encontrou de agradecer pela ajuda no restauro das esculturas e também de encontrar um novo lar para o santo.

Muito feliz, Magá levou a imagem para casa, em Nova Venécia. Mas sua mãe achou melhor deixar o santo em uma igreja da cidade. Mais uma vez, São Domingos ia mudar de endereço. No entanto, o padre da congregação não quis a imagem. Ele falou: “Magá, aqui já temos muitos santos. Acho que São Domingos ficará melhor com você.” E foi o que aconteceu. Magá guardou a imagem com carinho e cuidado durante 16 anos.

Mesmo ao se casar, ela e São Domingos não se separaram, pois a jovem levou a estátua para o seu novo lar. O santo tornou-se mais um membro da família e até “participava” das brincadeiras dos seus filhos. “Lembro que eu e meu irmão, quando éramos crianças, tirávamos os braços do santo para poder brincar com eles”, conta o diretor da ESD, Leandro Daher Carneiro.

Em 1973, quando decidiu fundar a Escola, Magá deparou-se com uma grande dúvida: que nome dar à Instituição? Ela pensou, pensou e teve uma ideia: o nome ideal só poderia ser São Domingos, santo que a acompanhou desde a infância, quando era uma estudante do Colégio do Carmo. E não apenas por isso. Ela sabia que São Domingos havia sido um aluno dedicado e responsável de Dom Bosco, características que a ESD, desde a sua fundação, ensina aos seus estudantes.

Linha do Tempo

1973

Foi fundada a Mini Universidade São Domingos em 03 de março

1976

Passou a atender alunos de outros bairros de Vitória

1979

Passou a se chamar Escola São Domingos

1988

Foi ampliada e ganhou seu próprio hino

1995

Foi criada a Unidade II para atender o Ensino Fundamental II

2000

Implantou o Ensino Médio

2004

passou a atender crianças a partir de 2 anos na Educação Infantil

2013

Implementou o Horário Integral para o Pré o 1º ano

2014

Passou a oferecer o Horário Integral para o 2º ano

2015

O horário Integral foi estendido para o 3º ano

Hino

                   

Conheça o hino da nossa escola, clique aqui.

  • Tia Magá jovem
  • Antiga Escola São Domingos
  • Primeira turma da Escola São Domingos
  • Obras da Unidade II
  • Unidade II