23
dez

Mais de 500 alunos participam da Hora do Código

Recente estudo do Fórum Econômico Mundial apontou que cerca de 65% das crianças do Ensino Fundamental vão trabalhar em profissões que ainda não foram criadas. Por isso, aprender a linguagem mais usada no mundo, a programação, é um diferencial. Atenta a esse movimento, a Escola São Domingos promoveu a Hora do Código, uma ação global que tem o objetivo de desmistificar a programação e mostrar aos alunos, professores e pais como dar os primeiros passos nesse universo.

As atividades, ligadas ao programa ESD Expandir, foram realizadas com as turmas dos Ensinos Fundamental I e II e 1ª e 2ª séries do Ensino Médio. Ao todo, 501 alunos participaram da Hora do Código e 57.332 linhas de código foram produzidas.

“Com as turmas do 3º ano do Ensino Fundamental, focamos em uma atividade de Inteligência Artificial, enquanto que com as outras turmas o principal tópico foi a programação, em que os alunos aprenderam sobre codificação e, ao final, criaram o próprio jogo”, explicou a gestora e idealizadora do projeto Hora do Código na São Domingos, Maria Pimentel.

Os estudantes adoraram a iniciativa e esperam repetir a experiência em 2021. “Fizemos uma pesquisa de satisfação e 98,51% dos participantes afirmaram ter gostado do projeto, o que mostra o grande sucesso da ação promovida pela ESD”, destacou Maria.

 

– Veja alguns depoimentos de alunos e familiares.

 

“Eu achei a ideia da Hora do Código muito importante. Além de nos divertimos, aprendemos a programar uma dança no computador. Treinamos a rapidez de escrever no teclado nessa aulinha. Nós, crianças e adolescentes, já nascemos rodeados de tecnologia. Por isso, é muito importante sabermos usá-la. Queria mais!”

Sofia Marquezini, aluna do 4º ano

 

“Achei louvável essa iniciativa da ESD, afinal, a tecnologia já faz parte da vida de todos nós. As crianças já nascem com esse universo tecnológico ao alcance das mãos. Então, elas aprenderem não só a lidar com a tecnologia, mas a criar tecnologia, é muito importante, pois isso sempre fará parte da vida delas. Acho que a ação precisa se repetir, até mesmo deveria entrar como uma atividade periódica dentro do currículo das crianças. A Sofia amou! No dia da Hora do Código, ela voltou da Escola me contando tudo. Parabéns à ESD!”

Rafaela Marquezini, mãe da aluna Sofia Marquezini

 

“Eu amei a Hora do Código! Foi muito legal! O que mais gostei de fazer foi criar o meu próprio joguinho. Gostei muito de ver o resultado.”

Maria Clara Morais Hibner, 4º ano

 

“A Maria Clara ficou muito empolgada com essa atividade, ficou muito feliz! Achei a ideia incrível, estimula a criatividade das crianças e a familiarização com o mundo tecnológico, no qual estamos cada vez mais inseridos. É importante ter experiências lúdicas como essa, que aguçam a curiosidade das crianças, além de abrir novas possibilidades de conhecimento.”

Patricia Almeida de Morais Amaral, mãe da aluna Maria Clara Hibner

 

“Fundamental essa iniciativa da ESD, pois o conhecimento nessa área tem sido indispensável no mundo de hoje. A pandemia antecipou a maior necessidade de interação com as tecnologias digitais. Conversei com o Moysés sobre o assunto e ele me falou que achou uma ótima forma de despertar o interesse dos alunos para o tema, além de facilitar a interação com a programação.”

Janaina Barbosa de Souza Bolzan Lessa, mãe do aluno Moysés Bolzan Lessa Filho, do 9° ano

 

“A experiência da Hora do Código foi superpositiva! A lógica da programação e todo o contexto que diz respeito a ela estarão cada vez mais ligados a todas as profissões em um futuro bem próximo. Esse contato inicial com essa área é essencial nas escolas, tão importante quanto Português e Matemática. É um projeto muito bacana e de extrema importância. Estou na torcida por mais Horas do Código!”

Nina Negri Abranches, aluna da 1ª série

 

 

Clique nos links abaixo e confira alguns jogos criados por nossos alunos!

 

https://studio.code.org/projects/dance/VRjGSbEHqfpwuXseL7BiD7EZI7IMcNYg6ZdY4SKM5Ho

Jogo da aluna Maria Clara Hibner, do 4º ano

 

https://studio.code.org/c/1251005220

Jogo do aluno Gabriel Britto, do 8º ano

 

https://studio.code.org/c/1246376696

Jogo da aluna Nina Negri, da 1ª série


voltar