10
out

Baseado em fatos reais: Plano Infalível para Comprar um Videogame

O desafio proposto por um pai que se tornou um aprendizado sobre educação financeira para os seus filhos

Pai, me dá um videogame?”. Todos que têm filhos, em meio a era digital, já tiveram que lidar com essa pergunta. Mas o Assessor de Investimentos e Servidor Público Thiago Francischetto teve uma postura diferente quando, em 2016, o seu filho Gustavo fez esse pedido.

“De forma lúdica e na linguagem do Gustavo, que tinha apenas seis anos, e do Vinícius, que tinha quatro, eu disse que eles mesmos podiam conquistar. Bastava se planejar, ter metas, juntar o próprio dinheiro. Quando disse isso, fiquei receoso de como meus filhos aceitariam essa mensagem, mas vi que eles ficaram felizes com esse discurso, se sentiram desafiados e começaram a realizar um plano financeiro para comprar o videogame”, explica Thiago.

Da experiência com os seus filhos, que hoje têm nove e sete anos, respectivamente, seis meses depois, em outubro do mesmo ano, Francischetto lançou o livro “Plano Infalível para Comprar um Videogame”, que de forma lúdica e com uma linguagem adequada para o público infantil aborda a importância da educação financeira desde os primeiros anos de vida.

Apesar de ser fácil para um Assessor de Investimentos falar sobre educação financeira, Francischetto contou com o apoio de Eduardo Coelho, coautor do livro, e de toda uma equipe de diagramação e ilustração para que a mensagem fosse realmente direcionada ao público infantil de forma lúdica e prazerosa, como a leitura deve ser.

Hoje, com os livros em mãos, Gustavo e Vinícius não aprenderam apenas sobre Educação Financeira, mas se sentem estimulados a terem outras conquistas. “Os dois já se organizam sozinhos, juntam dinheiro, se planejam e compram aquilo que desejam. Meu objetivo é que eles pratiquem o que aprenderam com essa experiência no futuro e façam a mesma coisa quando forem comprar um carro, um imóvel ou fazer um investimento”, salienta Thiago.

Interesse pela leitura é exemplo dentro de casa

O interesse de Gustavo e Vinícius pelos livros tem explicação. Além do estímulo da Escola São Domingos, onde as crianças estudam, Thiago e Gilsilene Passon Francischetto, pais dos meninos, destacam que incentivam diariamente as crianças a terem contato com os livros de forma familiar e prazerosa.

“Desde muito novos, inseri o hábito da leitura em nossa rotina. Todos os dias, por volta das 20h, paramos para ler. Agora, por exemplo, terminamos de ler a biografia do jogador Cristiano Ronaldo e vamos ler o livro Quem Mexeu no Meu Queijo, do escritor americano Spencer Johnson. Além disso, eles veem eu e a mãe deles lendo, estudando. Quero mostrar que o segredo da vida é ter acesso a bons livros”, comenta Thiago.


voltar