23
abr

ESD realiza 2ª edição da Hora do Código

Para expandir o acesso dos alunos ao pensamento computacional, a Escola São Domingos promoveu a segunda edição da Hora do Código, projeto que permite que os estudantes aprendam os fundamentos básicos da programação.

A ideia principal dessa corrente mundial é acabar com o mito de que o universo dos códigos é um bicho de sete cabeças e mostrar que programar pode estar ao alcance de todos!

Neste mês de abril, participaram as turmas do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental II e da 1ª e 2ª séries do Ensino Médio. Posteriormente, a Hora do Código também será realizada na Unidade I.

Segundo a gestora da área de tecnologia educacional da ESD, Maria Pimentel, neste ano, os estudantes do Ensino Fundamental II fizeram o tutorial chamado Star Wars, em que foram desafiados a construir uma galáxia com códigos.

“Em 2020, os alunos fizeram o tutorial Minecraft Adventurer, em que, ao apertar o play, o personagem construía alguma coisa. A atividade deste ano foi diferente, eles puderam criar regras e funcionalidades para os jogos. A programação foi feita em blocos, como no ano passado, mas trouxemos um jogo com pontuação, ou seja, que abordou conceitos mais específicos. O aluno, por exemplo, precisava dar funções a setas, atribuir quando o usuário perdia, quando ganhava. Havia uma complexidade maior”, explicou Maria.

Já as turmas do Ensino Médio, em vez de utilizar a programação em blocos, começaram a programar em python, que é uma das linguagens mais utilizadas atualmente. Os alunos fizeram o tutorial Code Combat e se saíram muito bem!

“Percebi que, nesta edição, os estudantes já apresentaram um conhecimento maior e conseguiram entender a lógica dos jogos de uma forma bem melhor. Foi muito bom ver a evolução de todos!”, afirmou Maria.

Ligada ao programa ESD Expandir, a Hora do Código é mais uma iniciativa da São Domingos para incentivar os alunos a utilizar a tecnologia como aliada nas aulas e atividades da Escola.

“Há muitos ganhos pedagógicos com essa atividade, como trabalho em equipe, raciocínio lógico e criatividade”, destacou o gerente de operações da ESD, Henrique Romano Carneiro.

Em breve, todos os alunos vão ganhar um certificado personalizado pela participação.

 

-Veja alguns jogos criados pelos alunos

 

https://studio.code.org/c/1357223231

No jogo do aluno Caio Casale Barbosa, do 6º ano G, se o usuário encosta em um Stormtrooper, o personagem fica lento, mas se encosta em um Piloto Rebelde, fica rápido. Se encostar em todos os Stormtroopers, o usuário perde o jogo; e se encostar em todos os Pilotos Rebeldes, ganha.

 

https://studio.code.org/c/1356281030

O aluno Danilo Sangali dos Santos, do 8º ano E, programou o seu jogo de forma que as setas têm um sentido diferente, nada intuitivo. Para vencer, o usuário precisa alcançar todos os personagens.

 

https://studio.code.org/c/1357849933

No jogo da aluna Amanda Bonissi Machado, do 9º ano D, ao encostar no Stormtrooper, o cenário muda. O objetivo é o usuário alcançar todos os personagens.


voltar

VENHA NOS CONHECER