05
jun

“Os desafios tiveram de ser superados em poucos dias”

Preparar aulas online atrativas e que engajem os alunos é um enorme desafio. São necessárias muitas horas de planejamento por parte dos nossos profissionais. Você sabia que uma videoaula de 30 minutos, por exemplo, exige, pelo menos, quatro horas de preparação? Foi o que nos contou o professor Heveraldo Pompermayer Freire, que dá aulas de Matemática para a 1ª série do Ensino Médio e de Física para as turmas de 2ª e 3ª séries. Confira mais detalhes nesta entrevista.


-Como está a sua nova rotina diária de trabalho?

Desde o início do afastamento social, precisei me dedicar ao aprendizado de novas ferramentas, necessárias ao ensino via internet. As técnicas de gravação, a busca por aplicativos de edição de vídeos, a utilização de ferramentas de videoconferências e as aulas online foram os primeiros desafios que tiveram de ser superados em poucos dias.

A rotina diária de tira-dúvidas nos fóruns de discussões, as postagens de materiais e as orientações semanais de estudo, a elaboração de questionários e estudos dirigidos, tudo isso em um ambiente virtual (AVA), passaram a ser uma prática pedagógica constante.

-Como as novas atividades estão sendo planejadas?

Para que tudo acontecesse de acordo com as expectativas, muitas horas de planejamento e preparação foram, e continuam sendo, necessárias em cada atividade. Uma videoaula de 30 minutos, por exemplo, demanda não menos que quatro horas de preparação, com a elaboração do roteiro, preparação de apresentação em PowerPoint, gravação e edição do vídeo, até que seja possível gerar um link e disponibilizar para o aluno.

O suporte oferecido pela direção da ES, pelos técnicos em informática, pela equipe pedagógica, além das trocas de experiências entre nós professores, têm sido fundamentais neste momento, para que possamos alcançar a qualidade que nosso aluno e seus familiares esperam de nosso trabalho.

-O que tem sido mais desafiador para você nessa nova realidade?

Além da nova forma de trabalhar, como pai de duas meninas, juntamente com a minha esposa, que também segue trabalhando em casa, tivemos de organizar o ambiente doméstico para que possamos viver este momento de home office em harmonia. É comum estarmos todos conectados ao mesmo tempo, cada um em suas respectivas atividades.

Por fim, ainda precisamos separar algum tempo do dia para atividades físicas e de relaxamento. Confesso que nesta quarentena tenho deixado atividades mais relaxantes, como assistir a um filme na TV ou ler um bom livro, em segundo plano.

-Todo desafio também representa oportunidades. Na sua opinião, quais os principais benefícios deste momento que estamos vivendo?

Os momentos de reunião familiar têm sido poucos, apesar de estarmos juntos sob o mesmo teto, mas nem por isso pouco significativos. Agora fazemos juntos as refeições, sem TV ou smartphones para atrapalhar. Também não abrimos mão da oração em família, que sempre fizemos, e continuamos a fazer, antes de dormir. É aquele momento do bate-papo, do estreitamento das relações familiares.

-Deixe uma mensagem para os alunos e suas famílias.

A certeza que tenho neste momento é de que essa pandemia irá passar. Espero que a humanidade, após esse período de quarentena, saia mais consciente de sua verdadeira condição humana, de suas fragilidades e reais necessidades, de suas virtudes e fortalezas. Espero que os alunos continuem focados nos estudos, superando as dificuldades que aparecerem, pois nas adversidades conseguimos potencializar nossas habilidades e competências.

Que Deus nos fortaleça e conforte as famílias que mais estão sofrendo com os efeitos desse novo vírus. Que em breve possamos viver dias melhores!

 


voltar